25 reeducandos da P1 de Venceslau preparam recinto de exposições para a Faive

Reeducandos do regime semiaberto da Penitenciária “Zwinglio Ferreira”, a P1 de Presidente Venceslau, trabalham no recinto de exposições “Alfredo Ellis Netto” com o objetivo de prepará-lo para a 43ª Feira Agropecuária e Industrial de Presidente Venceslau (Faive).

De acordo com o agente penitenciário responsável pela supervisão e coordenação dos trabalhos, 25 homens foram divididos em turmas que atuam nos dias da semana e aos sábados, executando trabalhos de manutenção de estandes, encanamento, poda de árvores, capinação e limpeza das ruas, entre outras funções. O serviço aos sábados começou no primeiro dia de junho, mês passado, ao passo que os trabalhos diários foram iniciados no dia 16 de julho, última terça-feira. É destacada ainda a importância do serviço, uma vez que o recinto se encontrava com mato alto em suas vias, algo não visto no ano anterior.

Prestado de modo voluntário, o serviço auxilia os reeducandos no cumprimento da pena, uma vez que um dia da sentença é descontado a cada três dias de trabalho.

O presidente da feira, Wagner Bueno, lembrou que a mão de obra prestada pelos reeducandos ajuda na economia da comissão organizadora. Diferente do que aconteceu no ano passado, em 2019 a manutenção do recinto é feita 100% pelos reeducandos. "Esse trabalho é fundamental para a manutenção do recinto. É uma parceria firmada entre a associação da Faive com a diretoria da Penitenciária I. Agradecemos ao Marcos (Pereira), ao Medina e toda a diretoria da unidade e da Croeste (Coordenadoria da Região Oeste) por ter fornecido os reeducandos", agradeceu.

As equipes vão seguir com os trabalhos no recinto até o próximo dia 27 de julho, sábado da semana que vem. No primeiro sábado de agosto (3), será realizada a cavalgada pela manhã e a abertura oficial da 43ª Faive. No final da noite, será realizado o show com a dupla Maiara e Maraísa. O evento seguirá até o domingo, dia 11 de agosto.

Mais Notícias