Policial civil aposentado morre após causar tiroteio

Um policial civil aposentado, de 72 anos, morreu na manhã desta terça-feira, 06, após tiroteio em Dracena.

Conforme as informações da Polícia Militar, o caso ocorreu durante o processo de imissão de propriedade no local, realizada pelo Poder Judiciário, para o qual foi solicitado o apoio da Polícia Militar.

A casa onde o policial aposentado vivia, foi arrematada em um leilão realizado pela Justiça do Trabalho, por uma mulher de 48 anos. Para possibilitar a posse da nova proprietária, a PM e uma oficial de justiça acompanharam a mulher até a residência, onde após diversas tratativas, o antigo proprietário disparou tiros com um revólver calibre 38 contra a arrematadora, que foi ferida de raspão na cabeça.

A Polícia Militar interveio e disparou dois tiros contra as pernas do aposentado, sendo que um dos tiros acertou a artéria femural, causando a morte do policial aposentado.

A mulher alvejada foi socorrida para a Santa Casa de Dracena e posteriormente transferida para o Hospital Regional (HR), em Presidente Prudente. Ela não corre risco de morte.

Mais Notícias