Policiais civis venceslauenses são homenageados durante evento ‘Policial nota 10’ do Estado de SP

O Governador do Estado de São Paulo, João Doria e o secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, homenagearam, nesta quarta-feira, dia 13, 17 policiais militares, nove policiais civis e dois técnico-científicos da Capital, Grande São Paulo e das regiões de São José dos Campos, Campinas, Presidente Prudente e Piracicaba com o certificado “Policial Nota 10”.

Em sua décima edição, a iniciativa, criada pela Secretaria da Segurança Pública, tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado de São Paulo. A solenidade foi realizada na sede do Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista.

Os casos que geraram destaques aos profissionais são de prisões de assaltantes e integrantes de organizações criminosas, que resultaram na apreensão de entorpecentes, armas e munições, além da implementação de medidas para acelerar a incineração de drogas. Também foram reconhecidas duas peritas pelo trabalho nos exames de documentoscópicos e grafotécnicos, permitindo o esclarecimento de crimes.

Foram agraciados com o certificado representando a Polícia Civil venceslauense o delegado Edmar Rogério Dias Caparroz, o escrivão José Hamilton Castilho e o auxiliar de papiloscopista João Luiz Rios Neves, que integram a Central de Polícia Judiciária de Presidente Venceslau e a delegacia de Teodoro Sampaio. O trio foi homenageado pela realização da Operação Blackjack para desestruturar uma facção criminosa que organizava uma loteria ilegal. Na ação, deflagrada em 3 de outubro, foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva e 26 de busca domiciliar.

Ainda na categoria policiais civis, foram congratuladas a delegada Nayara Caetano Borlina Duque, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic); e as escrivãs Erica Pinheiro Lopes Ces, da Delegacia Geral de Polícia Adjunta (DGPAd), e Ana Lúcia Ribeiro, do Setor de Depósito de Drogas da Diretoria do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc). As três foram reconhecidas pela implantação de sistema e aplicação de métodos e organização do local para acondicionamento de entorpecentes do Setor de Depósitos de Drogas do Denarc, onde todas atuavam na época. A metodologia levou a incineração de mais de 100 toneladas de drogas que estavam ali armazenadas e apreendidas no decorrer dos anos de 2015 a 2019.

No interior do Estado, foram agraciados os investigadores Antonio Carlos Correia e Ricardo Cesar Labaroni e o delegado Luis Carlos Gazarini, que integram a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Americana. Eles deflagraram ações conjuntas com outros órgãos e Estados para desarticular uma facção criminosa, resultando na apreensão de oito aeronaves, com valor aproximado de R$ 18 milhões, utilizados para o transporte de drogas. Além disso, a investigação da equipe subsidiou a apreensão de 1,3 tonelada de cocaína e diversas prisões realizadas pelas polícias civis do Amazonas e Goiás.

Polícia Militar

Os soldados Álvaro Aparecido Brasil da Silva e Juliana Santos Soares, do 1° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), sediado em Santo Amaro, foram condecorados pelo atendimento a duas ocorrências distintas que resultaram na prisão de quatro homens, no dia 18 de outubro. Três criminosos foram detidos por roubo a estabelecimento comercial e o quarto por fazer um motorista refém por meio de ameaça com arma de fogo.

Outra equipe homenageada é formada pelos cabos Chray Linsley do Nascimento e Adriano Roda dos Santos, do 8° BPM/M, sediado no bairro Tatuapé. A dupla foi agraciada por prender cinco homens e apreender armas de fogo e munições, no dia 25 de setembro. Na ação, o bando confessou que tinha a intenção de roubar uma loja de eletrônicos de um shopping da região.

Também recebem o certificado os soldados Gilvan Luís da Silva e Tamiris Alves dos Santos, do 41° BPM/M, sediado em Santo André. A dupla foi reconhecida pela prisão de um homem e apreensão de três armas, além de munições diversas, no dia 12 de outubro, durante o atendimento a uma ocorrência de desentendimento entre um casal.

Representando o interior paulista, foram condecorados o sargento Edson Francisco Crispim e os cabos Orlei Rodrigues Ceseti Junior e Edson de Souza Lima, integrantes do 1° Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep). A equipe foi homenageada pelo atendimento à ocorrência de roubo a uma empresa de valores, ocorrida no interior do Aeroporto Internacional de Viracopos, no dia 17 de outubro. Na data, os PMs se depararam com 12 dos assaltantes, que faziam uma sargento refém. Houve troca de tiros e o policial foi libertado. Os criminosos fugiram e os policiais conseguiram recuperar todo o dinheiro subtraído, além de armas e munições.

Os cabos Marcos Antônio Gossi e Marycon Ribeiro Moura, do 18° Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), foram agraciados pela prisão de dois homens e apreensão de 304 quilos de maconha, além de 58 munições calibre 762, no dia 4 de outubro, em Pirapozinho. Os entorpecentes estavam escondidos no carro ocupado pela dupla.

A última equipe da PM agraciada é formada pelo tenente Victor Oliveira Guerra, os cabos Leandro Francisco, Alex Sandro Augusto de Freitas e Felipe Ribeiro dos Santos e os soldados Wellington de Souza Cabral e Victor Jacob Pedrozo, do 3° Grupamento de Bombeiros Metropolitano, sediado na Mooca. O grupo foi reconhecido por evitar um suicídio no dia 1° de outubro. Na ocasião, um homem, de 60 anos, ameaçava se jogar do 20° andar de um prédio e, no momento que pulou, foi laçado pelas pernas com o uso de uma tela de proteção. A ação evitou a queda, salvando a vida da vítima.

Polícia Técnico-Científica

Por parte da Superintendência de Polícia Técnico-Científica, foram homenageadas as peritas Elizabel da Conceição Modesto e Ana Carolina Vieira Machado, que atuam no Núcleo de Perícias Criminalísticas (NPC) de São José dos Campos. Ambas desenvolvem um excelente trabalho com exames documentoscópicos e grafotécnicos, auxiliando no esclarecimento de crimes. Em um dos casos, as atividades executadas pelas policiais permitiram descobrir uma fraude no INSS.

“Prestigiar as forças de segurança faz parte do programa de priorizar a atividade da segurança pública. É com orgulho que participo desta 10ª edição do Policial Nota 10 e quero dizer a todos como fico orgulhoso de participar dessa cerimônia, apertar as mãos da melhor polícia do país e poder oferecer este certificado. Vocês representam um orgulho para São Paulo”, disse Doria.

Com informações: Governo do Estado de São Paulo

Mais Notícias