Imóveis e terrenos sujos preocupa moradores de Presidente Venceslau

A falta de limpeza em imóveis e terrenos tem preocupado moradores de Presidente Venceslau. O problema está espalhado por vários pontos da cidade e foi retratado em matéria da TV Fronteira de Presidente Prudente, afiliada Rede Globo.

No município, duas pessoas morreram neste ano por complicações da dengue.

Até imóveis do próprio poder público estão abandonados com lixo, mato alto e com recipientes que podem acumular água e se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti.

“Eu moro do lado [de um terreno]. O que acontecer aqui vai atingir a todos. Por enquanto não temos nenhuma solução, nenhuma resposta. Fico com medo porque já teve muitos casos de dengue aqui”, declarou o pedreiro Roque de Melo, morador do Parque São Jorge.

“Morrer por conta de um mosquito. A gente precisa de uma atitude do prefeito de resolver isso, conseguir verba”, afirmou a artesã Márcia Puci.

Prefeitura
Em nota à TV Fronteira, a Prefeitura de Presidente Venceslau informou que em 2019 foram recolhidos 200 caminhões de objetos inservíveis de casas da cidade e que, neste ano, ações estão em andamento.

O Poder Executivo ainda esclareceu que contratou 30 trabalhadores braçais para impulsionar o trabalho de limpeza e que a responsabilidade de manter o imóvel limpo é do morador.

Quando as denúncias são feitas, a fiscalização vai até o local e notifica o proprietário. Se a limpeza não é feita, a administração municipal faz o serviço, cobra um valor do proprietário e aplica as penalidades.

O município também informou que faz a parte dele e que seria impossível se responsabilizar pela limpeza dos 15 mil imóveis da cidade. Por isso, conta com a colaboração e consciência da população. 

Veja matéria completa no site do G1 Prudente. 

Mais Notícias