Homem é autuado em R$ 3 mil por manter aves silvestres ilegalmente em cativeiro em Prudente

Um homem, de 43 anos, foi autuado em R$ 3 mil pela Polícia Militar Ambiental, nesta quinta-feira (27), por manter seis aves silvestres em cativeiro no bairro Humberto Salvador, em Presidente Prudente.

Segundo a Polícia Ambiental, uma denúncia anônima informou que um homem mantinha aves em cativeiro.

A equipe foi até o local indicado e fez contato com o morador, que autorizou a entrada em sua residência. Ele mostrou os pássaros que possuía e que estavam acondicionados em gaiolas.

Foram constatadas seis aves da fauna silvestre da espécie coleirinho-papa-capim (sporoplhila caerulescens), que, conforme o proprietário da casa haviam sido capturadas no local, mas que ele não possuía autorização do órgão competente para mantê-las em cativeiro.

A Polícia Ambiental elaborou auto de infração ambiental no valor de R$ 3 mil contra o homem, por ele ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre.

As aves foram apreendidas e por serem recém-capturadas e estarem estado bravio, segundo a polícia, foram soltas em seu habitat natural. As gaiolas foram destruídas.

As Informações são do G1/ Presidente Prudente

Mais Notícias