Toffoli suspende investigações sobre senador José Serra após ele virar réu em processo de lavagem de dinheiro

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu duas investigações abertas pela Justiça de São Paulo contra o senador José Serra (PSDB-SP), nesta quarta-feira (29). Serra é investigado por supostas doações ilegais de campanha.

A defesa do senador pediu que o caso seja transferido para o STF. As investigações abertas pela Justiça Eleitoral e pela Justiça Federal ficam suspensas até o relator do caso, ministro Gilmar Mendes, analisar o processo. 

Neste mês de julho, José Serra sofreu duas buscas e apreensões e afirmou que suas contas de campanha sempre foram aprovadas pela Justiça Eleitoral e que“ jamais recebeu vantagens indevidas ao longo dos seus 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação aos gastos públicos”.

A decisão de Toffoli ocorreu poucas horas depois da Justiça federal em São Paulo acolher denúncia do Ministério Público Federal. Serra agora é réu por lavagem transnacional de dinheiro.

Mais Notícias