Nova atualização do Plano São Paulo coloca a região de Presidente Prudente na fase laranja

A região de Presidente Prudente evoluiu para a fase laranja do Plano São Paulo, de acordo com a atualização feita na tarde desta sexta-feira (8) pelo governo do Estado.

Com isso, o funcionamento de atividades econômicas fica menos restrito e os setores considerados "não essenciais" passam a ter permissão para abrir, seguindo protocolos sanitários.

Desde a última atualização de 2020, realizada no dia 22 de dezembro, os 45 municípios vinculados ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Presidente Prudente estavam classificados na fase vermelha, a mais restritiva, que não permite a abertura do comércio. Era, então, a única região do Estado de São Paulo classificada na etapa mais severa do programa do governo paulista de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Já o Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília, que abrange 12 cidades do Oeste Paulista e que estava na fase amarela, regrediu para a etapa laranja nesta sexta-feira (8).

O Plano São Paulo é formado por cinco fases: vermelha (alerta máximo), laranja (controle), amarela (flexibilização), verde (abertura parcial) e azul (normal controlado).

Também nesta sexta-feira (8), o governo do Estado anunciou como ficam as novas regras de funcionamento das atividades na fase laranja:

  • ampliação das atividades permitidas para todos os setores;
  • capacidade limitada de 20% para 40% de ocupação para todos os setores;
  • funcionamento máximo de estabelecimentos limitado de 4 para 8 horas por dia;
  • parques estaduais abertos;
  • proibição de atendimento presencial em bares; e
  • restrição de atendimento presencial até as 20h em todos os estabelecimentos.

A próxima atualização do Plano São Paulo está prevista para o dia 5 de fevereiro.

Quando começaram as atualizações do Plano São Paulo, em 27 de maio de 2020, os 44 municípios do Oeste Paulista vinculados ao DRS de Presidente Prudente estavam classificados na fase amarela. Depois, em 10 de junho, regrediram para a fase vermelha, na qual permaneceram até 10 de julho, quando subiram para a etapa laranja. Esta região continuou estagnada, sem evolução ou decréscimo, na fase laranja, até conseguir passar para a etapa amarela no dia 4 de setembro. Em 22 de dezembro, o DRS de Presidente Prudente recuou para a fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo. Nesta sexta-feira (8), na primeira atualização do Plano São Paulo em 2021, o DRS de Presidente Prudente evoluiu para a fase laranja.

Já os 12 municípios do Oeste Paulista atrelados ao DRS de Marília começaram, em 27 de maio do ano passado, na fase laranja. Em 19 de junho, decaíram para a fase vermelha. Em 10 de julho, subiram para a fase laranja, na qual ficaram até a atualização feita em 7 de agosto, quando evoluíram pela primeira vez para a etapa amarela. No dia 21 de agosto, voltaram a regredir para a fase laranja, na qual permaneceram até o dia 4 de setembro, quando retornaram para a etapa amarela. Na atualização do Plano São Paulo feita em 22 de dezembro, o governo do Estado manteve o DRS de Marília na fase amarela. Nesta sexta-feira (8), houve o recuo para a etapa laranja.

As informações são do G1.

Mais Notícias