Brasileira desaparecida é encontrada morta em praia de Portugal

O corpo da brasileira Angelita Seixas Alves Correia, 31 anos, que estava desaparecida desde a madrugada do dia 1° de janeiro, foi encontrado ontem na praia de Matosinhos, distrito do Porto, em Portugal. O comandante local da Polícia Marítima de Leixões, Santos Amaral, informou ao UOL que um surfista avistou um corpo boiando e contatou as autoridades.

"O corpo foi encontrado ontem, mais ou menos na mesma área do desaparecimento, por um surfista, que nos acionou, e fomos lá fazer o recolhimento. Como ficou dez dias dentro da água, já apresentava os sinais normais de decomposição", disse o comandante.

Santos Amaral informou que pertences da vítima foram encontrados na praia no dia 2 de janeiro. "Fizemos buscas no mar e em terra na região por três dias e não tivemos sucesso. Como em Portugal quem cuida de desaparecimento é a Polícia Judiciária, repassamos o caso para eles", explicou o comandante.

Apesar de o caso estar sob responsabilidade da Polícia Judiciária, o policial revelou que o corpo da brasileira passou por uma autópsia na manhã de hoje. A reportagem entrou em contato com a Polícia Judiciária para obter informações sobre as investigações, mas não obteve resposta até o momento da publicação.

A brasileira de Goiânia era bastante ativa nas redes sociais e tinha mais de 10 mil seguidores no Facebook. Através das redes, amigos e parentes fizeram postagens sobre o desaparecimento na tentativa de encontrar informações. Um dos posts afirma que, dentre os pertences encontrados, estava um sapato, mas que o celular não foi achado.

O UOL contatou o Itamaraty e o Consulado Geral do Brasil em Portugal para saber se os órgãos brasileiros foram comunicados, se prestarão algum suporte aos familiares e acompanharão as investigações, mas não obteve resposta. A reportagem será atualizada assim que tiver uma posição do Governo brasileiro sobre o caso.

As informações são da UOL.

Mais Notícias