Homem apontado como um dos maiores estelionatários do Brasil é preso no RJ

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu hoje o homem considerado um dos maiores estelionatários do Brasil. Os agentes localizaram Valter Avilez Moreira Júnior em Araruama, na Região dos Lagos.

As investigações mostraram que o suspeito atuava não só no Brasil como também em outros países, aplicando golpes em contas bancárias e cartões de crédito. Ele vai responder pelo crime de estelionato.

O delegado responsável pela prisão, Renato José Mascarenhas Perez, titular da 118ª DP, conversou com o UOL e disse que o homem só foi encontrado graças a um trabalho de investigações e cruzamento de dados desenvolvidos pelos policiais.

"Nós iniciamos uma investigação a partir de denúncias que recebemos de que tinha um famoso estelionatário aqui na região, que vinha de vez em quando para Araruama e tinha também endereços na Região Metropolitana do Rio de Janeiro", disse Perez.

"Ficamos cruzando informações, procurando dados e continuamos colhendo informações com a pessoa que denunciou e logramos êxito em hoje prendê-lo", acrescentou.

A suspeita da Polícia Civil é de que o homem tenha lucrado mais de R$ 2 milhões com a prática criminosa.

De acordo com os agentes, Valter Júnior era conhecido como "Mestre", já que era considerado um dos melhores em capturar dados e clonar cartões de crédito, além de ostentar carros de luxo.

Homem foi preso em outro país
Durante as investigações, os policiais constataram que o homem chegou a ser detido em 2010, em Sergipe, ao chefiar uma quadrilha de estelionatários. Ele também cumpriu pena no Uruguai pelo mesmo crime.

"Ele é um famoso estelionatário inclusive com atuação internacional, ele já foi preso no Uruguai. Teve preso em Sergipe. A atuação dele é a nível nacional e internacional em clonagem de cartões e utilizando esse sistema para obter os seus lucros. Amanhã de manhã ele irá para o sistema prisional", finalizou o delegado.

As informações são da UOL.

Mais Notícias