Brinquedo é retirado do mercado por simular assalto a banco

O brinquedo City Action Bank, da empresa Playmobil, foi retirado do mercado por simular um assalto a banco. A informação foi confirmada ao Portal A TARDE na manhã desta sexta-feira, 23, pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MP-MG).

O órgão, por meio do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Minas Gerais (Procon-MG), firmou um termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a exportadora Sunny Brinquedos, para que o jogo parasse de ser comercializado em todo país.

"O produto, direcionado ao público infantil, é impróprio e inadequado porque é um brinquedo que simula um assalto a banco, com os bonecos de ‘ladrão’ e ‘vítima’, sem ter sequer um boneco ‘policial’", declarou o promotor de Justiça, Fernando Abreu.

Conforme o MP-MG, os estabelecimentos que comercializavam o City Action Bank alegaram que não estão mais vendendo o produto. Porém, após uma apuração do Portal A TARDE em alguns sites de vendas online, nota-se que o brinquedo ainda está sendo comercializado.

Ao ser questionado sobre isso, o órgão informou que desconhecia a informação e que vai investigar os sites, para que sejam tomadas as medidas cabíveis. O MP-MG também orienta que caso um consumidor encontre o produto sendo comercializado que comunique o Procon-MG.

O Ministério ainda informou que caso a loja não acate a determinação da justiça e continue vendendo o brinquedo, o estabelecimento será punido. No entanto, o órgão não detalhou a punição.

Esse não é o único brinquedo desta marca que simula uma situação criminosa. A Playmobil também tem uma versão de assalto a joalheria.

As informações são do A Tarde.

Notícias Relacionadas