Júri condena ex-policial à prisão por assassinato de George Floyd

O ex-policial Derek Chauvin foi condenado pela morte de George Floyd, em decisão unânime do júri cujo veredicto foi lido nesta terça-feira (20) na cidade de Minneapolis, no estado americano do Minnesota. Chauvin, que alegou inocência das três acusações que enfrentava, foi considerado culpado em todas elas:

  • homicídio culposo (quando não há intenção de matar) - pena máxima de 10 anos de prisão;
  • assassinato em segundo grau - pena máxima de 40 anos de prisão;
  • assassinato em terceiro grau - pena máxima de 25 anos de prisão.

George Floyd, de 46 anos, morreu em 25 de maio de 2020 em uma abordagem policial da qual participou Derek Chauvin.

Os 12 jurados deliberaram por mais de 10 horas na segunda-feira (19) e na terça-feira (20) até chegar ao resultado, depois de três semanas de exposição do caso no tribunal. 

As informações são da CNN Brasil.

Mais Notícias