Comércio tem horário ampliado de 6h às 20h a partir deste sábado em todo Estado de SP

O governo de São Paulo anunciou na quarta-feira (28) a prorrogação da fase de transição do Plano SP por mais uma semana, mas com uma mudança a partir deste sábado (1º): o horário de funcionamento das atividades de comércio e serviços foi ampliado para entre 6h e 20h.

O novo horário começa a valer a partir deste sábado e vai até o dia 9 de maio, no próximo domingo.

A partir de hoje, shoppings, restaurantes, lojas, academias e outros estabelecimentos comerciais têm permissão para funcionar com atendimento presencial das 6h às 20h, mas atendendo até 25% de sua capacidade. Antes, a permissão valia das 11h às 19h. 

Segundo o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a flexibilização da fase de transição representa "a continuidade gradual e segura de abertura da economia do estado de São Paulo para recuperar empregos e dar oportunidades aos brasileiros de nosso estado de terem acesso à renda, salário e dignidade em suas vidas”. 

“Estamos evoluindo, mas não liberando. Siga as regras sanitárias para proteger as suas vidas e de seus familiares”, disse Doria.

Outras liberações
Celebrações religiosas também estão permitidas, desde que sigam os protocolos de distanciamento social e de uso de máscaras. Parques estaduais e municipais poderão abrir das 6h às 18h.

O governo de São Paulo manteve, no entanto, o toque de recolher entre as 20h e as 5h, assim como a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais. 

Até quinta-feira (29), a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado de São Paulo era de 79,5%. Na Grande São Paulo, era de 77,8%. 

Confira quais comércios e serviços poderão funcionar das 6h às 20h:

  • Shoppings, galerias e lojas de rua
  • Restaurantes e lanchonetes
  • Bares que funcionarem com restaures (clientes sentados e que consumirem comida; bebidas só devem servidas a estes clientes)
  • Salões de beleza e barbearias
  • Atividades culturais, como museus, teatros e cinemas
  • Eventos e convenções
  • Academias, centros esportivos e clubes
  • Cultos, missas e atividades religiosas

Restrições mantidas: 

  • Limite de 25% no atendimento presencial de comércios e serviços
  • Em parques, permanecerão sem uso ambientes fechados como bibliotecas, academias, espaços de leitura e brinquedotecas
  • Aplicação de protocolos sanitários
  • Toque de recolher entre as 20h e as 5h
  • Teletrabalho para atividades administrativas não essenciais
  • Escalonamento de horários de entrada e saída de funcionários para comércio, indústrias e serviços

Mais Notícias