Bebê de 21 dias engasga com leite materno e é salva por bombeira em Prudente

No último dia 26 de maio, a cabo PM Kezia Maria Silva Navarro, do 14º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Presidente Prudente, salvou a vida de uma bebê de apenas 21 dias, que havia engasgado com leite materno.

Os pais de Maria Beatriz levaram a recém-nascida ao posto da corporação no Jardim São Sebastião para uma tentativa de socorro. “Eu pertenço ao quadro de saúde, e o pessoal do operacional já tinha saído para a rua. Então, fui para o alojamento, junto com minha chefe, porque iríamos para a atividade física. Aí nós escutamos a campainha tocando, e saí para atender. Quando abri a porta, o pai já me deu a criança na mão e falou que estava engasgada”, relata Kezia. Conforme a bombeira, a bebê já estava cianótico (cor azulada ou acinzentada), quando iniciou os procedimentos.

A bombeira está há 21 anos na corporação militar, destes, 13 anos são dedicados ao Corpo de Bombeiros. Ela, que é mãe de dois filhos, acredita que o espírito materno faz diferença nesse tipo de situação. “É uma emoção muito grande, não tem preço, é uma vidinha que Deus permitiu que trouxesse de volta, através dos nossos treinamentos”, disse a PM.

Kezia lembrou com emoção o momento em que a criança “voltou”.  “Foi quando saiu o leite, junto com a secreção, o que fez a bebezinha chorar e voltar. Foi só alegria, porque a criancinha estava de volta”. Como a bebê estava com secreção no peito, foi encaminhada para um hospital a fim de passar por atendimento médico e desde então a bombeira não teve mais contato com a família.

Na segunda-feira (7), o reencontro aconteceu na sede do 14º GB no Jardim Colina. A mãe, Inamara Meconsini, 35 anos, contou que a filha dormia no berço e ela acompanhava ao lado, quando percebeu que a criança engasgou e regurgitou um pouco de leite com secreção. Nesse momento, a bebê ficou arroxeada e não respirava. Inamara tentou reanimar a filha, mas não conseguiu e entregou a recém-nascida ao marido.

O pai, Juliano Antonio da Silva, 29 anos, também tentou manobras para desengasgar a filha, sem sucesso. Eles procuraram ajuda do Corpo de Bombeiros mais próximo, onde encontraram a cabo PM Kezia preparada para o atendimento.

Maria Beatriz nasceu prematura e é a filha caçula do casal, que tem outros quatro filhos.

Com informações do jornal O Imparcial.

Mais Notícias