Editorial: Movimento de 7 de setembro é resposta do povo que quer a verdadeira democracia

O texto abaixo é de autoria do jornalista Wagner Bueno, Diretor do Grupo WB Comunicação.

Estamos no dia 07 de setembro. A data por si só já é histórica e carrega todo um significado para o país por marcar o Dia da Independência do Brasil. Coincidência ou não, é a mesma data escolhida por milhões de brasileiros para manifestar mais uma vez o pedido de independência e liberdade.

Há um sentimento, um grito preso na garganta de muitos brasileiros nos últimos anos. Cansados, não aguentam mais assistir as manipulações, os arroubos jurídicos praticados por aqueles que deveriam ser os guardiões da Constituição Federal do Brasil. Não aguentam mais a distorção de fatos por uma significativa parte da imprensa.

Com esse objetivo, várias pessoas colocaram a bandeira do Brasil em carros, lojas, casas e sinalizam com orgulho que são patriotas. O movimento nacional é gigante. Em todas as cidades há o registro. Percebi o manifesto em Presidente Venceslau. Estive na tarde desta segunda-feira (06) em Presidente Epitácio, e a adesão por lá também é gigante.

Tudo isso mostra que a grande maioria dos brasileiros não aceita ver tolhida a liberdade de opinião, como tem feito alguns dos ministros do Supremo Tribunal Federal – STF, ao ordenar prisões contra jornalistas, intimidar artistas como Sérgio Reis, além de prender deputados e ex-deputados. Uma verdadeira ditadura, onde os ministros não aceitam críticas e usam o Poder Judiciário para inibir manifestações.

O povo brasileiro não aceita mais ver um sistema tentando esconder a realidade. Milhares de pessoas vão às ruas em apoio ao presidente Bolsonaro, como NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESSE PAÍS, e a imprensa ignora, fecha os olhos, não retrata a verdade, e mais, ainda diz que esse mesmo presidente não tem popularidade.

O povo não aguenta mais tanta manipulação e inversão dos valores, e por isso vai fazer do 07 de setembro um dia histórico, com movimentos DEMOCRÁTICOS em todas as cidades do país.

O grande sistema de mídia diz que os movimentos são antidemocráticos, de baderna, quando na verdade é o oposto. O que o povo que vai às ruas amanhã de verde e amarelo realmente quer, é que os direitos sejam respeitados, a democracia seja respeitada, tanto pelo Legislativo, quanto pelo Judiciário e também pelo Executivo. Quando um poder se sobrepõe ao outro, aí sim existe risco à democracia.

O que é reivindicado é o mantra da constituição que diz “Que Todo o Poder Emana do Povo”, e não dos Ministros do STF, nãos dos Deputados e Senadores, nem do Presidente da República. Todos esses são empregados do povo, e devem os representar, ou seja, ouvir o povo.

Que o barulho de 07 de setembro seja grande, e acorde os guardiões da Constituição para o que o povo está pedindo.

Mais Notícias