Homem de 53 anos é condenado por estuprar menino de 12 em Bataguassu

Um crime bárbaro ocorrido em setembro de 2020 teve seu desfecho na última sexta-feira (03) com a condenação de um homem de 53 anos pelo estupro contra um menino de 12 anos em Bataguassu (MS). Para atrair a vítima até sua casa, localizada no bairro Vila Nova, o réu pediu ajuda para limpar o imóvel e aproveitou que estava sozinho para cometer o crime.

Segundo denúncia do Ministério Público, o suspeito era conhecido da família do menino e aproveitou a confiança entre eles para chamar a criança até sua casa. A justificativa era ajudar na limpeza da residência e, por isso, no dia 18 de setembro, a vítima foi até o local sozinha.

Na casa do “amigo” da família, o menino foi agarrado a força, despido e estuprado. O abuso deixou lesões graves da criança, constatadas por exame de corpo de delito, como “hiperemia anal, gretas superficiais e obstipação crônica”.

O caso foi relatado a polícia, e na fase de investigação, o homem não foi encontrado para prestar depoimento. O “sumiço” fez com que sua prisão preventiva fosse decretada pelo Justiça e dias depois, cumprida pela polícia.

Na última sexta-feira (3), o caso foi julgado e o homem foi condenado a 9 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade.

Para a Justiça, o homem se aproveitou da “confiança da vítima e sua família, da inexperiência e da pouca idade” da criança para cometer o crime.

As informações são do Cenário MS.

Mais Notícias