Polícia prende ex-namorada suspeita de matar e esquartejar homem em Presidente Epitácio

Foi presa na manhã desta quarta-feira (09), uma mulher de 63 anos de idade suspeita de ter matado e esquartejado o ex namorado Clóvis Antonio Grisante Junior, de 43 anos de idade. Partes do corpo da vítima foram encontradas no último dia 22 de agosto em uma via pública do bairro Village Lagoinha em Presidente Epitácio. A mulher foi detida por equipes da Polícia Civil na cidade de Hortolândia.

De acordo com o delegado, Stephano Rabeccini, o homem morto residia na cidade de Americana, e o corpo foi identificado após resultado de exame necroscópico junto ao IML (Instituto Médico Legal). Foram colhidas impressões digitais e material genético nas partes do corpo, uma vez que a cabeça do homem até o momento não foi encontrada.

Equipes da Polícia Civil de Presidente Epitácio fizeram a investigação do caso, e os trabalhos técnicos desenvolvidos pelo serviço de inteligência apontaram indícios de autoria do crime por parte da mulher. Ela possui uma casa de veraneio nas proximidades onde as partes do corpo foram encontradas. A polícia informou que um homem de 65 anos também foi detido na manhã de hoje, e é suspeito de ter envolvimento no crime.

Durante as investigações para elucidar a autoria do crime, a equipe da Polícia Civil fez uso de equipamentos que constataram vários vestígios positivados para sangue humano na casa de veraneio da mulher na cidade de Epitácio. As amostras foram encaminhadas ao núcleo competente da Policia Técnico Cientifica para confronto de DNA. Também na casa da suspeita, foi encontrado um documento pertencente a vítima.

Ante as evidencias demonstradas, a Polícia Civil representou e a Justiça decretou as prisões temporárias, além de mandados de busca e apreensão  nas cidades de Hortolandia/SP e Cosmópolis/SP.

A mulher vai responder pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Ela foi encaminhada para a Cadeia Pública de Dracena.

O caso
De acordo com informações apuradas pelo PORTAL BUENO, Clóvis Junior, teria terminado o relacionamento com a mulher poucos dias antes do crime. O ex casal teve desentendimentos ao final da relação e a mulher passou a ameaçar a vítima.

Passado algum tempo, a mulher teve uma conversa com Clóvis e convidou a vítima para passar o final de semana do dia 20 de agosto último na casa de veraneio de sua propriedade na cidade de Presidente Epitácio. Clovis foi para o local sem avisar a família.

Na manhã do domingo (22), foram encontradas partes do corpo de um homem em uma estrada de terra de Presidente Epitácio. Uma pessoa que passava pelo local, na estrada do bairro Village Lagoinha, percebeu o saco plástico suspeito e ao abri-lo, se deparou com o que parecia ser as costas da vítima.

A testemunha acionou a Polícia Militar, que iniciou o atendimento à ocorrência. Pouco mais tarde, foram localizados, a cerca de 100 metros do local, outros sacos plásticos iguais ao primeiro, com mais partes do corpo esquartejado, como pernas e pés, a cabeça, no entanto, não foi encontrada.

Mais Notícias