Venda de carros usados atinge maior patamar desde 2004

As vendas de carros usados atingem 10 milhões de unidades de janeiro a agosto, o maior patamar desde 2004 no Brasil. O desabastecimento de peças na indústria automotiva, que afeta a produção e deixa concessionárias sem veículos zero quilômetro, explica o bom desempenho do setor e a valorização dos seminovos.

Nos segmentos de automóveis e comerciais leves, a cada veículo novo comercializado, 6,8 usados foram negociados em agosto, maior marca desde o início da série histórica da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

No acumulado do ano até agosto, as transações de usados somaram 10.234 milhões de unidades, um aumento de 48% sobre o mesmo período de 2020. Somente no mês passado, o mercado vendeu 1,4 milhão de unidades.

A Fenabrave avalia que a atual oferta de crédito também ajuda nos negócios e os modelos com até 3 anos de fabricação representaram 13% do volume comercializado em agosto.

Mais Notícias