Projeto Meu Cão no Sesi chega à Escola de Presidente Epitácio

A Escola Sesi de Presidente Epitácio recebeu recentemente o seu mais novo integrante. Trata-se do cachorrinho Billy, que recebeu esse nome dos alunos por meio de votação. O animal havia sido entregue para adoção na cidade e acabou sendo trazido para a escola por meio do projeto Meu Cão no Sesi.

A professora de inglês Wildilene Bispo foi quem iniciou os contatos para o processo de adoção de Billy. “Em um primeiro momento, ele ficou comigo em casa, até que tudo se regularizasse e fosse possível que eu o levasse para a escola. Quando ele chegou lá foi uma festa com os alunos”, explica a professora.

Para a diretora da escola, Tatiana Narezi, a presença de Billy entre os alunos, professores e comunidade escolar traz mais leveza para o dia a dia e mais: até auxilia nos processos de aprendizagem. “Claramente ele trouxe muita alegria para todos na escola. Alguns pais já até falaram conosco que os seus filhos pediram que adotassem um cãozinho. Faz muita diferença ter um animal interagindo de forma livre com a garotada nos ambientes da escola”.

Já os alunos ficaram maravilhados. “Parece que é um sonho, ter o Billy aqui na escola só trouxe alegrias para nós. Ele é carinhoso, fofinho e brinca com a gente”, diz a aluna Livia Alves, do 4º ano. Já Gabriel Marçola, do 5º ano, observa que ter um animalzinho por perto exige atenção de todos. “Cuidar de um animal não é uma tarefa simples, precisa alimentar, dar água, banho. E a gente aprende a ter essa responsabilidade”, explica.

Meu Cão no Sesi

Idealizado por Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP, o projeto Meu Cão no Sesi foi criado em 2014 para combater o abandono e os maus-tratos de pets. Após inúmeras feiras de adoções promovidas durante as inaugurações da exposição fotográfica #Adotei, em que o público pôde levar seus animais de estimação para casa, o próprio Sesi-SP tornou-se um lar de cães.

Atualmente são 148 cães distribuídos em 76 unidades do Sesi-SP – Centros Educacionais (escolas) e Centros de Atividades. Há também 19 cães em 10 unidades do Senai-SP.

O Sesi-SP não recebe animais abandonados de maneira geral, mas traz para seus cuidados alguns cães que estavam sem lar. Após a adoção, os pets ganham nomes e ficam sob o cuidado de funcionários dos Centros de Atividades e funcionários e alunos dos Centros Educacionais, que zelam pela segurança, saúde e socialização desses animais.

As informações são da Assessoria de Impresnsa do SESI.

Mais Notícias