Cratera na Avenida do Estado é fechada e empresa aguarda tempo firme para finalizar obra

Na manhã desta sexta-feira (14), a cratera que havia se formado na Avenida do Estado, no Parque São Jorge, em Presidente Venceslau, já havia sido fechada por equipes da Prefeitura. A solução paliativa foi tomada para que os moradores pudessem retomar a rotina no local.

Segundo informações da Secretaria de Saneamento Básico, o Departamento de Água e Esgoto (DAE) realizou o desvio da rede para que a empresa responsável pela obra possa providenciar a manutenção da galeria.

De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento, a empresa responsável aguarda dias de tempo seco para providenciar a retirada da terra com a finalidade de fazer um novo reparo na antiga galeria, arrumar o ponto onde a nova apresentou vazamento e realizar manutenção na rede de água e esgoto, caso necessário, antes de fechar o trecho novamente.

Por conta da intensidade da chuva de quarta-feira (12), águas pluviais acabaram invadindo o espaço da antiga galeria, então um novo fechamento será providenciado para isolar essa galeria novamente.

Caso não chova, a empresa responsável pela obra deve retomar os trabalhos até a segunda-feira (17). A conclusão das atividades na Avenida do Estado dependerá das condições climáticas. Em caso de chuva, o serviço será interrompido.

A compactação do solo naquele ponto será reforçada com o objetivo de evitar que este tipo de problema se repita.



As secretarias municipais de Saneamento Básico, Obras e Planejamento monitoram o local diariamente e estão atentas aos próximos passos da obra.

Obras na Avenida do Estado No final de dezembro, a empresa vencedora de licitação concluiu a construção de uma nova galeria na Avenida no Estado, com o objetivo de fazer com que o fluxo de águas pluviais seja desviado e passe por baixo da rua, possibilitando o fechamento do fluxo na rede de uma galeria que passa por baixo de imóveis. Foi colocada ainda uma nova tubulação de PVC no local com a finalidade de melhorar a rede de água e esgoto no bairro.

Os serviços no local foram realizados após a constatação de um problema na avenida, verificado no dia 1º de julho de 2021, após a abertura de uma cratera em uma residência localizada neste trecho. Para resolver o problema, o Poder Executivo abriu mão de outras obras para trabalhar na via mencionada com recursos próprios.

Os trabalhos de resolução de problema de erosão em imóveis foram desenvolvidos em conjunto pelas secretarias de Planejamento, Obras e Departamento de Água e Esgoto (DAE) com recursos próprios, em um investimento de R$ 148.064,87.

As informações são da assessoria da PMPV.

Mais Notícias