Apae de Venceslau comemora dia da conscientização do autismo

A Apae de Presidente Venceslau enviou uma nota ao Portal Bueno nesta segunda-feira (2), Dia Mundial de Conscientização do autismo, para esclarecer mais sobre transtorno, e o quanto é fundamental a informação para inclusão de forma adequada. Segue abaixo na íntegra:

"TEA ou Transtorno do Espectro Autista é uma condição que compromete a capacidade de se comunicar com os outros, de perceber acontecimentos compartilhados, de expressar o que sente ou pensa nas mais diversas situações, de utilizar as palavras de acordo com o contexto e estas características atrapalham gravemente o desenvolvimento global da criança. Pode ter a presença de “manias”, posturas ou atos repetitivos, rituais e interesses restritivos, independente do público ou local em que a criança portadora esteja.

Muitas crianças com TEA, tem uma elevada sensibilidade para barulhos, ruídos específicos, luzes, agrupamento de pessoas e para determinadas cores e formas de ambientes. Podem ter baixa percepção para face humana, interpretação global das funções dos brinquedos e, enfim, ignorar momentos de controle social como regras e rotinas dos lugares onde visita.

O conhecimento é poder. Utilize parte do seu tempo para educar alguém sobre o autismo. Não necessitamos de defensores. Necessitamos de educadores.” (Asperger Women Association)

Recomendações
* Os familiares próximos do individuo com TEA necessitam de atendimento e orientação especializados;

* É fundamental descobrir um meio ou técnica, que possibilitem estabelecer algum tipo de comunicação;

* Alguns indivíduos com TEA têm dificuldade de lidar com mudanças, por menores que sejam; por isso é importante manter o seu mundo organizado e dentro da rotina;

* Indivíduos com TEA podem apresentar desempenho em determinadas áreas do conhecimento com características de genialidade. Ou devido a sua dificuldade de interação podem apresentar defasagens na aprendizagem. Em ambos os casos se faz necessária a adaptação curricular escolar e acompanhamento por especialistas.

Portanto, diagnóstico precoce e orientações precisas são o caminho mais eficaz para desenvolver este indivíduo e respeitá-lo em sua forma de ser."

Mais Notícias