Mundo

Trump deve se entregar à Justiça americana nesta noite

EX-PRESIDENTE SE MANIFESTOU EM REDE SOCIAL

Portal Bueno
Portal Bueno
  24/08/2023  
Trump deve se entregar à Justiça americana nesta noite
Donald Trump é acusado de tentar reverter resultado de eleições (Foto: Al Goldis)

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na segunda-feira (21) que planeja se entregar às autoridades da cidade norte-americana de Atlanta, no Estado da Geórgia, nesta quinta-feira (24) para enfrentar o caso que o acusa de conspirar ilegalmente para reverter sua derrota eleitoral em 2020 no Estado.

Em publicação na plataforma Truth Social, criada em 2022 por Donald Trump, ele disse: “Você acredita? Eu irei para Atlanta, Geórgia, na quinta-feira para ser preso”. A apresentação deve acontecer por volta das 19h30 no horário local (20h30 no Brasil).

A postagem foi feita horas depois que a equipe jurídica do ex-presidente compareceu ao Tribunal do condado de Fulton, no Estado da Geórgia, para negociar uma fiança para o republicano. O valor acordado foi de US$ 200 mil (cerca de R$ 988,05 mil, na cotação atual), sob algumas condições.

Segundo a “ordem de fiança de consentimento”, Trump não poderá realizar nenhum ato para intimidar co-réus ou testemunhas no caso. Também está proibido de se comunicar com eles, exceto por meio de seus advogados.

 “O público sabe quem eu sou e que tive uma presidência bem-sucedida”, declarou Trump, ao mostrar o resultado de uma pesquisa eleitoral feita pela emissora CBS. 

 Donald Trump foi formalmente indiciado em 14 de agosto de 2023 por tentar alterar o resultado da eleição presidencial de 2020 na Geórgia. O pleito foi vencido pelo democrata Joe Biden. O ex-presidente e os 18 co-réus na ação tem até sexta-feira (25) para se apresentarem à Justiça de Atlanta, capital do Estado.

Para vencer a eleição presidencial nos Estados Unidos, é preciso obter 270 delegados no Colégio Eleitoral. Em 2020, Biden teve 306 delegados e Trump, 232. Com 16 delegados, a Geórgia –que não havia dado maioria a um presidente democrata desde Bill Clinton, em 1992– foi para o lado de Biden por uma diferença inferior a 12.000 votos.

Corrida presidencial
Apesar dos problemas com a Justiça, Trump lidera com folga as prévias do Partido Republicano, que decidem quem será o candidato do grupo político nas eleições de novembro de 2024. A escolha está marcada para 15 de janeiro de 2024.

Segundo o agregador de pesquisas do FiveThirtyEight, o ex-presidente tem 52,3% das intenções de voto. O governador da Flórida, Ron DeSantis, aparece na sequência, com 15,2%. O empresário Vivek Ramaswamy e o ex-vice-presidente Mike Pence estão na 3ª e 4ª colocação, com 9,3% e 4,7%, respectivamente.

As informações são do Poder360.

. . .
Compartilhar: