INSS paga diferença a quem recebia auxílio e aposentadoria de 2002 a 2009

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começou nesta quarta-feira (2) mais uma fase de pagamento de valores atrasados para pessoas que recebiam benefícios entre 2002 e 2009. Houve uma mudança no cálculo dos benefícios desse período, e o INSS fechou um acordo, em 2012, para pagar aos poucos esses valores atrasados.

Este é o sexto lote e inclui cerca de 30 mil pessoas. Neste grupo estão pessoas que, em 17 de abril de 2012 (quando foi fechado o acordo), tinham até 45 anos de idade, recebiam benefício do INSS e têm direito a receber valores a partir de R$ 15.000,01.

O acordo diz respeito a benefícios como: pensão por morte, auxílio doença previdenciário, aposentadoria por invalidez, auxílio acidente previdenciário, auxílio doença por acidente de trabalho, aposentadoria por invalidez por acidente de trabalho.

No total, serão pagos aproximadamente R$ 660 milhões, segundo o INSS.

Como saber se tem direito
É possível saber se tem direito a receber os valores atrasados consultando o site do INSS (é preciso preencher um cadastro) ou ligando para a Central de Atendimento, pelo telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Porém, o valor do pagamento não será informado em nenhum desses canais.

Calendário de pagamento 
A data do pagamento deste lote depende do final do número do benefício:
final 1 e 6: 2 de maio

final 2 e 7: 3 de maio

final 3 e 8: 4 de maio

final 4 e 9: 5 de maio

final 5 e 0: 8 de maio

Se o beneficiário morreu após o acordo da revisão e seus dependentes recebem pensão por morte, essas pessoas receberão o pagamento dos valores atrasados durante o mês de junho.

Pagamentos seguem até 2022
O acordo para pagamento dos valores atrasados foi fechado em 2012 entre o INSS, o Ministério Público Federal e o Sindicato Nacional dos Aposentados e Pensionistas da Força Sindical, e homologado pela Justiça Federal em São Paulo, no âmbito da Ação Civil Pública (ACP).

A revisão dos benefícios foi feita automaticamente e não é necessário comparecer a uma agência da Previdência Social, segundo o INSS.

Os pagamentos começaram em 2013 e vão até 2022. Recebem primeiro os beneficiários mais idosos, aqueles que têm direito a valores mais baixos e pessoas que ainda tinham benefícios ativos em 2012.

As informações são do site Uol.

Mais Notícias