Polícia Civil conclui inquérito da Operação Dâmocles e solicita 54 prisões preventivas

A Polícia Civil concluiu e encaminhou nesta segunda-feira (21) ao Fórum de Presidente Epitácio o inquérito policial da Operação Dâmocles, que desarticulou uma organização criminosa para o tráfico de drogas, ligada a facção criminosa e liderada por detentos de penitenciarias da região.

Com a conclusão dos trabalhos, a Polícia Civil solicitou à Justiça pela decretação de 54 prisões preventivas de pessoas indiciadas nas investigações como integrantes da associação criminosa, dentre elas, 52 a título de conversão das prisões temporárias e outras duas em desfavor de investigados presos em flagrante no dia da operação.

Ao todo, 51 indiciados encontram-se presos provisoriamente, sendo 49 por prisão temporária e dois por prisão em flagrante já convertidos em preventiva em autos apartados, restando apenas três foragidos, segundo a polícia.

A operação
A operação Dâmocles foi realizada no dia 19 de abril e prendeu pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas. As prisões ocorreram nas cidades de Dracena, Junqueirópolis, Presidente Epitácio, Presidente Prudente e Santo Anastácio, no Estado de São Paulo, além de Bataguassu e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o delegado Márcio Domingos Fiorese, as investigações tiveram início há sete meses e apontaram o envolvimento do grupo com facções criminosas.

O nome da operação é em alusão à pessoa que se envolve com o poder sem ter noção do perigo que corre.

As informações são do G1 Prudente.

Notícias Relacionadas

Ops, Não há Notícia Relacionada!