Preço do ovo valoriza em 35,11% em Prudente e Região

Na região de Presidente Prudente, a caixa com 30 dúzias de ovos teve uma valorização de 35,11% entre os anos de 2015 e 2017, informou o IEA (Instituto de Economia Agrícola). Em três anos, a caixa passou de R$ 60,45 para R$ 81,68.

Os números do IEA se referem aos municípios atendidos pelos EDRs de Presidente Prudente, Presidente Venceslau e Dracena, e revelam que, em 2015, o preço médio de R$ 60,54  foi acompanhado pela produção de 2.313.515 caixas com 30 dúzias, que geraram um valor de produção em R$ 139.851.999,28. Em 2016, o preço médio passou para R$ 77,15, com a produção de 2.333.933 caixas e valor em R$ 180.062.950,23. Em 2017, dados mais recentes do IEA, o produto apresentou o maior preço médio no período analisado, já que atingiu o preço de R$ 81,68 com a produção de 2.376.862 caixas, e geração de R$ 194.142.111,86.

Mário Totti, do EDR (Escritório de Desenvolvimento Rural) de Presidente Venceslau, atribui a variação nos preços à valorização do milho, mas lembra que os novos valores nem sempre são vistos de forma positiva pelo setor. “Quando essa alta é acompanhada de aumentos salariais, por exemplo, não há problemas, mas em casos sazonais, como possivelmente ocorreu, nem sempre é positivo, pois pode afetar a venda dos produtos”, esclarece. Ainda segundo explica, a relação do preço do produto com o milho ocorre diretamente, visto que 60% da composição das rações usadas em granjas têm o produto como base, o que causa o impacto na cadeia de produção.

As informações são do Jornal O Imparcial.

Notícias Relacionadas