Vereador João Paulo pede explicação sobre reforço policial em Venceslau

O vereador João Paulo Arfelli Rondó fez pronunciamento na sessão da Câmara desta segunda-feira (5), pedindo para que as autoridades prestassem informações ao Legislativo e aos munícipes a respeito das operações que envolvem a polícia e a Penitenciária 2 de Presidente Venceslau.

O vereador disse que as pessoas estão preocupadas com a chegada de policiais e armas na cidade, e que não sabem ao certo o que está acontecendo. “Venceslau nunca passou por uma situação de medo dessas, e a população não sabe como agir”, diz Rondó ressaltando que “ninguém tem a intenção de atrapalhar a polícia, só queremos ajudar no que tiver ao nosso alcance”.

De acordo com o vereador, este esclarecimento é necessário inclusive para as pessoas que moram próximas a P2, pois todos do Residencial Faive, Jardim Eldorado e Nico Moré estão receosos com o que pode vir acontecer. “Os venceslauenses devem saber o que esperar”, conclui ele. Os colegas vereadores parabenizaram e concordaram com o apelo de Rondó.

Plano descoberto
A polícia de São Paulo descobriu um plano para resgatar chefes do PCC, inclusive o Marcola, líder da facção criminosa, que está detido na prisão de segurança máxima de Presidente Venceslau. Os suspeitos pretendiam usar aviões e helicópteros na fuga.

Agentes da Rota, COE, Choque e Cavalaria da Polícia se deslocaram para o município unindo-se à Força Tática nos últimos 50 dias para realizar a segurança e prevenção do resgate.

Notícias Relacionadas