Faxineiro é detido suspeito de decepar pênis de homens em Venceslau

Um faxineiro de 43 anos é o suspeito de atacar e decepar três homens em Presidente Venceslau na madrugada do último dia 31 de dezembro. O rapaz foi detido por volta da meia noite deste sábado em sua residência por equipes da Delegacia de Investigações Gerais – DIG da Polícia Civil.

O PORTAL BUENO apurou que o homem teve um retrato encaminhado para as vítimas que fizeram o reconhecimento, no entanto, a previsão é de que um longo depoimento seja tomado nesta madrugada para que outros detalhes dos crimes sejam esclarecidos e um pedido de prisão seja elaborado e encaminhado para a Justiça pelos delegados que investigam o caso.

“Por enquanto temos um forte suspeito de ser o autor dos crimes, ele está detido, mas vamos fechar o caso e a expectativa é de que isso aconteça nas primeiras horas da manhã de sábado, quando vamos concluir o relatório e encaminhar um pedido de prisão para análise da Justiça”, disse uma fonte do PORTAL BUENO.

O suspeito é homossexual, possui residência fixa na cidade, mora sozinho e trabalhava como faxineiro. Ele possui antecedentes com casos de crimes sexuais cometidos em outras regiões do Estado de São Paulo. “Conferimos que ele já ficou preso por ter cometido abusos sexuais em outras cidades, mas nada parecido com o que ele fez em Presidente Venceslau que foi decepar pênis”, afirmou uma fonte à reportagem.

De acordo com a fonte, o rapaz que foi detido não é o mesmo que foi entrevistado pelas autoridades nesta quinta-feira. “Foi e tem sido um trabalho minucioso, com análises de várias imagens de segurança, fotos de homens com perfil homossexual para analisar e o surgimento da terceira vítima nesta sexta-feira foi determinante para chegar a uma solução”, afirmou.

Terceira vítima
Nesta sexta-feira (04) surgiu a terceira vítima que sofreu ataques no pênis na madrugada do último dia 31 de dezembro em Presidente Venceslau. O homem identificado coo Luís Carlos, de 50 anos de idade, procurou a Santa Casa na tarde de hoje e relatou ter sofrido ataques no órgão sexual e reclamou de dores.

A reportagem do PORTAL BUENO apurou que a vítima teve o pênis parcialmente decepado, e tentou tratar do ferimento em casa. Somente nesta sexta-feira, e após cinco dias do ataque, ele resolveu procurar o hospital por sentir dores e notar inchaço na região peniana.

Pela confirmação da data do ataque, a polícia não tem dúvidas de que trata-se do mesmo autor dos ferimentos contra órgãos sexuais dos outros dois homens que estão em recuperação no Hospital Regional de Presidente Prudente.  

O caso
Jairo da Costa Ataíde, 48, conhecido como Chepa foi encontrado nesta manhã na calçada frente a Associação Comercial e Industrial (ACIPREV). Ele foi o primeiro a ser socorrido com o pênis decepado e apresenta maior gravidade no estado clínico por ter perdido muito sangue.

Cerca de 30 minutos após o primeiro socorro, as equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar foram acionadas para atender José Barbosa Leite, de 63 anos. Ele estava ensanguentado e familiares acionaram o resgate após terem encontrado a vítima com o ferimento em um quarto. Ele estava consciente e foi conduzido até a Santa Casa. 

O homem relatou aos policiais que sofreu o ataque por volta das 04h30 em um bar localizado no Jardim Esperança. As agressões foram feitas em locais e horários diferentes, mas a polícia trabalha com a possibilidade de que a autoria nas duas situações seja a mesma.

Após cortar o pênis das vítimas, o autor fugiu e levou a parte do órgão decepado. As autoridades policiais informaram que não foram encontradas as partes decepadas.

Já nesta sexta-feira surgiu a terceira vítima do caso.

Apesar da gravidade dos casos, nenhuma das vítimas corre risco de morte, mas tiveram a região peniana comprometida e os danos são irreversíveis. 

Mais Notícias