Polícia Civil apreende munições de uso restrito das Forças Armadas em Epitácio

A Polícia Civil apreendeu 127 munições de calibre 5.56mm, nesta quinta-feira (7), em uma fazenda na zona rural de Presidente Epitácio (SP). Tratam-se de cartuchos destinados a fuzil e de uso restrito das Forças Armadas.

Um homem identificado como o responsável pela posse das munições foi preso em flagrante. Ele é filho do dono da propriedade rural.

O delegado responsável pelas diligências no local, Márcio Domingos Fiorese, explicou que as munições foram encontradas em um armário e uma bolsa na cozinha da residência onde fica a sede da fazenda.

Segundo Fiorese, as munições estavam todas intactas, em bom estado de conservação e prontas para o uso.

Embora as diligências tenham resultado em uma varredura no local, a partir do cumprimento de um mandado de busca expedido pela Justiça, não foi encontrado nenhum fuzil na fazenda.

As investigações sobre o caso seguem em andamento, com um inquérito policial já instaurado, e as munições apreendidas vão passar pela perícia.

A suspeita do delegado é de que os projéteis tenham sido trazidos do Paraguai.

Além disso, também chama a atenção de Fiorese a quantidade de munições tão específicas e restritas no local. O objetivo da Polícia Civil é tentar chegar a uma arma de fogo que comporte o uso de tais balas.

Não foi arbitrada fiança ao homem preso e a Polícia Civil ainda representou à Justiça para a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva, o que deverá ser decidido em audiência de custódia nesta sexta-feira (8) no Fórum da Comarca de Presidente Epitácio.

Segundo Fiorese, o homem preso já responde a uma tentativa de homicídio ocorrida em 2014 na cidade e estava em liberdade em razão de uma medida cautelar concedida pela Justiça em seu favor.

“As munições estavam irregulares. Apesar das diligências, não foi localizado o fuzil em que as munições estariam sendo utilizadas”, concluiu Fiorese.

As informações são do G1 Prudente.

Mais Notícias