Funcionário público penitenciário de Venceslau é investigado por pedofilia

A Polícia Civil está investigando um suposto caso de pedofilia em Presidente Venceslau praticado por um funcionário público estadual que atua na Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP). A informação foi publicada pelo site G1 de Presidente Prudente nesta terça-feira (19).

Os investigadores que atuam no caso realizaram nesta segunda-feira (18) uma busca e apreensão em uma das unidades prisionais, onde foram apreendidos celulares e o computador do funcionário.

A reportagem do PORTAL BUENO apurou que as investigações tiveram início após denúncia anônima e o caso é mantido sob sigilo, até que os fatos sejam comprovados. O nome do funcionário público, que reside em Presidente Venceslau, também não foi revelado, uma vez que se trata de uma suspeita e não há ainda elementos suficientes para comprovar o crime.

O funcionário  foi denunciado por enviar fotos e mensagens com teor sexual para uma menor de idade.

Os equipamentos apreendidos passarão por perícia para comprovar ou não o caso, ainda conforme as informações da polícia.

A SAP  informou  ao site G1 Prudente que a Corregedoria Administrativa do Sistema Penitenciário também investiga a denúncia.

Mais Notícias