Venceslau registra 209 casos de dengue e aumento chega a 71% em 19 dias

Os registros de dengue não param de crescer em Presidente Venceslau. De acordo com os dados divulgados pela Vigilância Epidemiológica, até ontem (09) o município havia confirmado 209 casos em 2019. Este montante representa um aumento de 71% em relação a última divulgação feita pelo PORTAL BUENO, no dia 22 de março, há 19 dias, quando foram contabilizadas 122 confirmações.

Em relação à série histórica de registros no município, nunca houve um número tão expressivo: em 2017, a cidade constatou quatro casos da doença; em 2018, foram oito.

Já em 2019 a quantidade cresce em proporções exponenciais. A cidade já contabiliza: sete casos em janeiro, 57 em fevereiro e 58 em março, e 87 em abril. Somando, portanto, 209 confirmações.

Conforme a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Municipal, Lydiana Prieto, “Presidente Venceslau está vivenciando uma situação crítica em relação a Dengue, assim como todo o estado de São Paulo”. Segundo ela, diferentes ações estão sendo realizadas diariamente, como, por exemplo: o bloqueio de criadouros, nebulização, e campanhas informativas por meio das mídias socais, rádio, jornais, escolas e unidades de saúde do município.

Lydiana reforça a importância da participação popular no combate ao Aedes Aegypti. “A nebulização só mata o mosquito já adulto. Para cessar a transmissão é necessário, acabar com o foco de novos criadouros e eliminar os mosquitos adultos. Sem mosquito não há Dengue. Pedimos mais uma vez a colaboração da população, autoridades, para que mantenham limpos os terrenos baldios, comércios, estabelecimentos, casas fechadas e quintais”, aponta.

Sintomas mais comuns

  • Dores locais: nos músculos, atrás dos olhos, costas, no abdômen ou ossos
  • Tipos de dor: forte nas articulações
  • No corpo: febre, fadiga, mal-estar, perda de apetite, tremor ou suor
  • Também é comum: dor de cabeça, manchas avermelhadas ou náusea

Cuidados dentro das casas e apartamentos

  • Tampe os tonéis e caixas d’água; 
  • Mantenha as calhas sempre limpas; 
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; 
  • Mantenha lixeiras bem tampadas; 
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia; 
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Serviço
O telefone da Vigilância Epidemiológica de Presidente Venceslau é o (18) 3272-2464.

Mais Notícias