Usuários apontam “abandono” na Cidade da Criança

O Parque Ecológico da Cidade da Criança, em Presidente Prudente, há muitos anos é sinônimo de diversão e lazer para famílias de todo o interior paulista e, inclusive, de turistas que passam pela cidade. O ambiente com áreas verdes, animais e atividades para todas as idades, no entanto, desagradou uma família que por lá passou nos últimos dias. Família que não quis se identificar na reportagem, mas que enviou para O Imparcial algumas fotos do que, para eles, seriam supostos ambientes em situação de abandono no complexo, especialmente no espaço chamado de “Fazendinha do Vô”, próximo ao kartódromo. A Prefeitura de Prudente foi procurada e se posicionou sobre a situação, inclusive com o anúncio de projetos para os locais citados.

O relato dá início às reivindicações logo após a portaria do parque, de forma que o asfalto por aquele trecho – como em diversos outros – estaria, conforme os usuários, com buracos, trepidações e em condições inviáveis para o uso. Mesmo com as áreas verdes que possibilitam momentos de lazer às famílias, outro ponto analisado foi a disposição de materiais, como pedaços de madeiras, que estariam em contato com animais da fauna local, supostamente próximo ao aviário.

Já durante visita à Fazendinha do Vô, que está desativada, os leitores relataram que o cenário encontrado foi o de acúmulos de fezes que poderiam ser das capivaras que por lá transitam, telhas caindo do teto das baias que antigamente abrigavam animais e pontos de folhas acumuladas. Por fim, o relato de uma suposta obra abandonada pouco acima de onde fica o kartódromo, em uma espécie de pracinha, atividade que há tempos se “arrasta” e não apresenta uma conclusão.

Projetos de melhoria
A Prefeitura de Prudente, por meio de nota, diz sobre a Fazendinha do Vô que o espaço está desativado, mas informou que a partir do mês que vem a ideia é a de reforma-lo, para que seja criado um espaço de convivência aos visitantes. Já sobre as reclamações do asfalto, esclarece que ontem teve início no local uma “Operação tapa-buraco”.

Já em relação ao descarte de madeira e entulhos no aviário, salientou que em razão de o local estar em reforma e, devido ao final de semana, o material ficou naquele espaço temporariamente, uma vez que os funcionários retomaram a rotina ontem. “A inauguração do novo aviário ocorrerá nos próximos 30 dias, em data a ser anunciada em breve”, cita.

Por fim, lembrou que há um processo em andamento para realização de Concessão Pública do Kartódromo, e que as obras de reforma do “Espaço do Seninha” terão início ainda nesta semana.

As informações são do jornal O Imparcial. 

Mais Notícias